Ambientes Design
ESPAÇOS PÚBLICOS
01
Set 11

   Florentijn Hofman nasceu em 1977 em Delfzijl, na Holanda e é um dos grandes nomes da arte urbana mundial. Desde 2001 intervém em diversos espaços públicos com esculturas temporárias de grandes dimensões.

 

   Rubber Duck é a sua obra mais conhecida. Um gigante pato amarelo insuflável que recria os clássicos patinhos de borracha usados pelas crianças na banheira. Hofman levou o ‘patinho’ a várias cidades do mundo tão distantes entre si como Amsterdam, Osaka, Auckland ou S. Paulo, variando apenas o seu tamanho entre os 5 e os 26m de altura.

O que o artista pretendia com esta obra era simplesmente deixar todas as pessoas mais alegres, independentemente da idade, origem ou classe social, sem nenhuma pretensão política. Segundo o próprio, ‘O pato de borracha não conhece fronteiras, não discrimina as pessoas e não tem uma conotação política. O amigável Rubber Duck tem propriedades curativas: ele pode aliviar as tensões e funcionar como anti-stress’. O que na verdade é o objectivo da maioria das suas obras.

 

Amsterdam 2007 - 5 x 5 x 6m

 

S. Paulo 2008 - 12 x 14 x 16m

 

Osaka 2009 - 10 x 11 x 13m

 

Auckland 2011 - 12 x 14 x 16

 

   Actualmente podemos encontrar mais uma das suas obras na pequena cidade de Örebro na Suécia, onde até ao final de Setembro decorre a OpenArt Biennal 2011. Desta feita, um gigante coelho amarelo. Stor Gul Kanin, de seu nome, está ‘caído’ no centro da cidade, perto da igreja St. Nicolai, como se tivesse sido largado por uma criança. Com 13m de altura, o coelho foi construído sobre uma estrutura de madeira, utilizando telhas fabricadas na região, concreto e metal. Hofman contou com a ajuda de 25 artesãos locais que se voluntariaram para finalizar a escultura que tem por objectivo questionar a finalidade dos espaços públicos.

 

 

   

  Também em exposição mas em Nijmegen, na Holanda, está outro coelho gigante. O Lookout Rabbit é já uma atracção turística e encontra-se no Valkhofpark. Um coelho com 12m de altura que funciona como miradouro. Os visitantes entram por uma escada interna e pelos olhos do coelho podem apreciar a bela paisagem marcada pelo Rio Waal.

 

 

 

 

   Em 2010, Hofman foi um dos convidados para participar na Conferência Internacional de Arte e Design Pixel-Show, em S. Paulo e outra das suas obras esteve presente no Parque Mário Covas, um parque local. O Fat Monkey, um macaco de 15m de comprimento, inspirado num brinquedo do seu filho.

   Como base, usou um macaco insuflável que com a ajuda de estudantes da cidade, foi coberto com cerca de 5mil chinelos da marca Opanka, patrocinadora da exposição. No final do evento a obra foi desfeita e os chinelos doados.

 

 

 

 

 

   Para além destas, Florentijn Hofman conta com muitas outras obras que podem ser vistas aqui.

 

T.

publicado por Tani às 01:50
Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
RSS
blogs SAPO